Atualmente, todos os países no mundo ratificaram ao menos um tratado internacional de direitos humanos que protege o direito à saúde. No entanto, algumas leis, políticas e práticas nocivas prejudicam o acesso aos cuidados de saúde e aumentam a vulnerabilidade a problemas de saúde, especialmente para populações em situação de pobreza, marginalizadas ou criminalizadas. Nosso trabalho examina o direito à saúde e a um ambiente saudável, o direito a estar livre de discriminação e detenção arbitrária e o direito à informação, liberdade de expressão e reunião como meios essenciais para manter a saúde. Trabalhamos com doenças infecciosas, poluição e saúde ambiental, saúde sexual e reprodutiva e doenças não transmissíveis, incluindo acesso a cuidados paliativos para pacientes com doenças terminais.  

Relatórios

Mais relatórios

News